GOIÁS: 34% do público prioritário vacinado contra a gripe; mobilização continua no estado

Redação 02/07/2024
Atualizada 2024/07/02 at 11:45 AM
GOIÁS: 34% do público prioritário vacinado contra a gripe; mobilização continua no estado
Inscreva-se no Google News do Portal de Recuperação

Unidades de saúde do SUS continuam campanha de vacinação contra a gripe em todo o estado de Goiás. De acordo com o Ministério da Saúde, a vacina salva vidas e previne milhões de casos graves e óbitos pela infecção causada pelo vírus da influenza.

A mobilização dos municípios goianos pela Campanha de Vacinação Contra a Gripe já contabiliza mais de 1,1 milhão de doses aplicadas. Até o momento, 36% do grupo prioritário da ação – composto por quase 2,6 milhões de pessoas – receberam a dose da vacina no estado. Os dados são do painel de imunizações do Ministério da Saúde.

A meta das autoridades de saúde é vacinar 90% de cada um dos grupos prioritários — como gestantes, idosos, crianças e povos indígenas. Mas, por conta da disponibilidade de doses, o Ministério autorizou, no começo de maio, a ampliação da imunização para todas as pessoas acima dos seis meses de idade.

Segundo o diretor do Departamento do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, Eder Gatti, a medida busca garantir uma maior cobertura vacinal e, consequentemente, uma redução nas complicações e internações causadas pela gripe.

“Então, se há disponibilidade da vacina e o vírus da influenza – da gripe – está circulando, nós devemos ampliar o acesso das pessoas para que elas se vacinem, diminuam seu risco de adoecimento de formas graves da doença e diminuam a circulação do vírus na comunidade.”

A Secretaria de Estado de Saúde de Goiás alerta que já foram registrados quase 3 mil casos de síndrome respiratória aguda grave, sendo 257 causados pelo vírus da gripe. Segundo a pasta, o estado recebeu 952 mil doses da vacina contra a influenza, que foram distribuídas para as mais de 900 salas de vacinação em todos os municípios goianos.

A aposentada Maria Benedita de Matos, de 72 anos, é moradora do bairro Pedregal, na cidade do Novo Gama, em Goiás. Por fazer parte do grupo prioritário e ter idade mais avançada, ela conta que recebeu a visita dos agentes de saúde em casa para tomar a vacina contra a gripe.

“O pessoal do posto vem aqui em minha casa me fazer [aplicar] as vacinas e me consultar também. Acho muito importante a imunização, tanto que eu procuro me imunizar de toda e qualquer necessidade e vacina que houver para qualquer razão que for. Não deixo de tomar de forma nenhuma.”

O painel do Ministério aponta: no Novo Gama, cidade da dona Maria Benedita, foram aplicadas mais de 9 mil doses. A cobertura vacinal do público prioritário está em quase 20%.

Faça parte do Movimento Nacional Pela Vacinação e diga sim para a vacina contra a gripe. Procure uma Unidade Básica de Saúde com a Caderneta de Vacinação ou documento com foto.

Para mais informações, acesse: www.gov.br/vacinacao.

VSR: Fiocruz alerta para o aumento nas internações por infecções respiratórias

Casos de SRAG registram aumento contínuo no Brasil; alerta Fiocruz

Brasil registra sinalização de queda no número de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave

Fonte: Brasil61

Inscreva-se no Google News do Portal de Recuperação
Compartilhe este artigo
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *